Leia o Boletim e Cadastre-se!
 
  Penitenciária Feminina Talavera Bruce - Bangu Volta à Página Anterior


Creative Commons License


Por: Elizabeth Misciasci

O Estaleiro Mac Laren Oil o governo do Estado do Rio, na quarta-feira (17/09/2008) firmaram convênio para a abertura, dentro de presídios de regime semi-aberto, de cursos de formação de mão-de-obra especializada na área de construção naval.




Unidade Prisional Feminina de Bangu

Talavera Bruce


O objetivo é possibilitar, futuramente, a contratação dos detentos pela empresa.

Foi anunciado ainda pelo estaleiro a contratação imediata de 50 presas para execução de serviços não especializados: 41 reeducandas que cumprem regime semi-aberto na Penitenciária Joaquim Ferreira de Souza, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, e que estavam presentes ao evento, e as demais internas da Casa do Albergado Crispim Ventino, em Benfica, Zona Norte do Rio. Elas devem começar a trabalhar, depois de receber treinamento adequado, a partir de segunda-feira, e vão ganhar cerca de R$ 470 por mês, mais alimentação e transportes, além da remição da pena, isto é, para cada três dias trabalhados a presa diminui um de sua pena.

E ainda falando deTalavera Bruce


O segundo Festival da Canção das Presidiárias, aconteceu no Talavera Bruce R.J. em agosto. O evento, despertou habilidades e revivificou as perpectivas das reeducandas.

Doze candidatas apresentaram suas composições em ritmos variados como reggae, funk, rap, e gospel.

Na comisão julgadora, estavam o Juiz, Nega Gizza, MV BILL que teve a magnífica iniciativa, e a cantora Alcione, que presenteou a todos nós com um sensacional pocket-show.



Penitenciária Feminina Talavera Bruce- Orienta sobre o câncer de mama
.



As reeducandas do Talavera Bruce assistiram atentas a uma palestra, pautada no câncer de mama, que é uma das principais causas de morte entre as mulheres.
Interessadas, demonstraram o desconhecimento e questionaram muito sobre um problema, que vem representando quase dez por cento dos óbitos provocados por todas as variedades da doença no país.
A palestra que fora ministrada pelos especialistas Maria Helena Rabay Vermot, presidente da secção regional da SBM.

Luis Antônio Silveira e José Ricardo Conte de Souza, também diretores da entidade, não se limitou apenas a Penitenciária feminina Talavera Bruce, no Complexo Penitenciário de Gericinó, Zona Oeste do Rio. Além da população carcerária da Unidade, hoje composta por 320 reeducadas, também assistiram às orientações sobre a saúde da mulher em relação a deignaão genérica do tumor que pode ser malígno,
as internas da Unidade Materno Infantil Madre Tereza de Calcutá, que funciona em prédio vizinho.


A palestra foi uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) em parceria com a Coordenação de Saúde da Secretaria de Administração Penitenciária e pretendese estender a outras unidades prisionais do Rio de Janeiro.

Essa iniciativa, tem o primórdio objetivo de difundir uma difícil, porém importante realidade. Assim sendo, ilmitados se tornam os motivos para inserí-las neste contexto, orientando a forma correta de prevenção, os cuidados e como fazer o auto-exame.


Durante todo o tempo em que permaneceram no salão aonde assistiram os palestrantes, as reeducandas demonstraram respeito, interesse e participação, mantendo total disciplina.


A Unidade passou por uma transformação exemplar, se fizermos uma breve análise de tempos
não tão remotos, percebemos que o perfil das sentenciadas já se distanciou e muito daquele que em outrora poderíamos descrever como completamente inepto, longe de ser modificado.

No entanto, o "famoso" complexo feminino de Bangu, mesmo com todas as dificuldades oriundas da falta de recursos técnicos e sendo mantenedora de uma população carcerária carente sob muitos aspectos, vem respondendo tão positivamente aos esforços e empenhos de uma gestão preparada e capacitada, que nos permite enalter os que lá atuam e o sucesso das empreitadas, que são comprovados através das respostas de nossas reeducandas.

Acreditamos que esta mudança comportamental, começou desde de dezembro 2006, quando se iniciou cursos de formação profissional na Penitenciária Talavera Bruce, (Complexo de Bangu) patrocinado pela Petrobras, superando as expectativas.

Talavera Bruce

Talavera Bruce


Creative Commons License
Prisão Feminina e Sociedade by Elizabeth Misciasci zeP! is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at www.revistazap.org.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.eunanet.net/beth/index.php.

 

 



  Volta à Página Anterior