Busca

Ping Pong

Ping-Pong


Lilian Maial

Lilian Maial


Nome: Lílian Maial

Natural de: Rio de Janeiro

Nascimento/Dia e Mês: 04 de fevereiro

Signo: Aquário

Filhos? Sim

Quantos? Três

Trabalha? Sim

Profissão: Médica Perita

Hobby: Fotografia

Estilo de Música: Todos

Meu livro predileto é:  o que estiver lendo

Meu livro de cabeceira:  o que ainda não terminei de ler

Um(a) grande escritor(a)/poeta: Fernando Pessoa

Uma frase inesquecível: "basta existir para ser completo" - Fernando Pessoa

Meu programa preferido:  cinema

Prato Predileto: comida árabe

Uma bebida saborosa: caipifruta de morango com saquê

Um doce: os portugueses

Um Perfume: adoro perfumes! O do momento: Deseo

Carro: com ar condicionado

Cor: vermelho

Esporte pratica ou gosta de algum? Futebol

Nas mulheres admiro: inteligência e determinação

Nos Homens admiro:  generosidade e delicadeza

Animal de estimação? já tive cachorro, ainda terei novamente, mais adiante

Um nome: Dalva (minha mãe)

Mania tem alguma: fotografar

Vício tem algum? poesia

Quando eu acordo vou:  à janela ver o céu e me alegrar por viver mais um dia

Não durmo sem: pensar como foi bom ter vivido mais um dia

Um filme:  E o Vento Levou...

Um grande Amor:  meu ex-marido

Um grande lamento:  meu pai ter falecido antes de ter conhecido seus netos

Tenho saudades: dele (meu pai)

Detesto:  pessimismo

Supérfuo é: tudo o que não contribui para a felicidade

Fico Feliz quando: estou com meus filhos

Quando estou triste eu: abraço meus filhos

Sofro ao ver: pessoas abandonadas pelos familiares

Queria muito: que não houvesse mentiras

Nem pensar:  em lamentos

Amigo pra mim é: quem me ouve

Sinto-me plenamente quando: estou em família

Viver é: ser grata pelo passado, sorrir para o presente e torcer para um futuro

Preconceito: é ignorância dos verdadeiros valores

Violência: covardia

Fome: a pior doença de uma nação

Um presente inesquecível: os que meus filhos faziam para o Dia das Mães na escola (eu sempre chorava de emoção, ao recebê-los com desenhos e mãozinhas impressas com tinta)

Uma viagem dos sonhos: ao oriente médio

Um sonho de consumo: morar numa cobertura em frente ao mar

Chocolates ou Frutas: chocolates com frutas

Por que? porque adoro fondue de chocolate com frutas... rsrsrsrs

Um desejo: ajudar a cuidar dos filhos dos meus 3 filhos

Um carinho: fungada no pescoço

Um presente: um olhar

Amigo(a) é:  o que não te olha, mas te vê

Felicidade é: o conjunto de pequenas coisas que, juntas, formam o meu dia

Um ídolo e porque: a mulher trabalhadora, que dá duro o dia inteiro, chega em casa e ainda vai lavar, passar, cozinhar, cuidar dos filhos, ajudar nos estudos, brincar, sorrir, e ainda levanta de madrugada para cobrir as crianças, e acorda cedo para preparar o desjejum para a família. Vai para o trabalho em condução apertada, de pé, enfrenta a chefia, a competição, mata um leão por dia, resolve tudo, e volta pra casa, feliz e exausta, para uma nova jornada. Essa é minha ídola, pq é linda, pq é guerreira, pq é senhora de si e é a dona da poesia.

Web site: www.lilianmaial.com

Você por você: -Se auto-defina: eu sou o estranho que mais conheço: //sem meio e sem fim, //sou meu recomeço (poetrix SOMBRA, de minha autoria)

Deixe uma mensagem e/ou poema, que você considere importante, ou apenas queira citar, podendo ser (poema e mensagem)  os dois.

 

SER MULHER©


Por: Lílian Maial


Nasci mulher, é fato
Gameta indiscutível,
Cometa irremediável,
Soneto jamais escrito.

Cresci menina, concordo,
De pernas cruzadas,
Cabelos alinhados,
Pelos depilados.

Vivi madura, é certo.
Aprendi a traçar os olhos,
A disfarçar as lágrimas,
A não borrar a maquiagem.

Sonhei criança, feliz.
Escrevi meus passos,
Acreditei nos planos,
Colhi meus frutos.

Provoquei emoções, faz parte.
Ensinei meus truques,
Repiquei batuques,
Batalhei com arte.

Briguei na vida, gritei.
Enfoquei os problemas,
Resolvi os teoremas,
Me entreguei a poemas.

Quebrei espelhos, de raiva.
Escondi a dor,
Distribuí amor,
Superei o tempo.

Amei demais, está em mim.
Mulher sem amor não existe.
Atraí desejos, por capricho,
Ou não, por pura paixão.

Caminhei e caí, me ergui.
E não pretendo mudar.
Arregacei as mangas tantas vezes,
Que já nem sei desenrolar.

Mas... Quer saber?
É uma delícia ser mulher!
Não troco por nada, por ninguém.
Volto assim mil vezes, se puder.

E quando o véu da noite,
De inveja e despeito me levar,
Que o amor que distribuí,
Os frutos que plantei, venham, enfim, me regar.

Lílian Maial

Ping-Pong: Elizabeth Misciasci x Lilian Maial
Poema

 


Autorizado a copiar, divulgar e republicar, desde que não altere e mantenha os devidos créditos.

Poeta Em Foco

 

 


Direitos Reservados
Revista zaP!

Elizabeth Misciasci

Quem Sou - Falo de Mim

06 anos sem Isabella

Indice Caso Isabella

Caso Pedrinho

Caso Pedrinho de Ribeirão Preto

Rachel Lobo

Rachel Lobo Genofre

Caso Talita Teixeira

Caso Talita Teixeira

Luiza Dellinger

Caso Luiza Dellinger

Caso Sophie Zanger

Caso Sophie Zanger

Caso Emily Guedert

Caso Emily Guedert

Caso Aryane Thais

Caso Aryane Thaís Carneiro de Azevedo

Madeleine Mccann

Caso Madeleine Mccann na íntegra e atualizado

Caso Cristina e Halisson

Caso Cristina e Halisson

Caso Jefferson Iotti

Caso Jefferson Ferreira Iotti

Casos de Comoção Social

Casos Polêmicos

Caso Lucas Terra

Caso Lucas Terra

Pais e Mães Heróis

Pais e mães Heróis e heroinas

EUVI

EUVI

Daniela Perez

Glória Perez - vale a pena

Twitter

Siga a Revista zap no Twitter

Celebridades

Celebridades

Poetas em Foco

Poetas em Foco

Embaixadora da Paz

Elizabeth Misciasci Cercle Universel Des Ambassadeurs De La Paix - Suisse/France

Méritos InBrasCi

Elizabeth Misciasci Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais

Gabriela Sou da Paz

Gabriela Sou da Paz

Ceci Cunha Queremos Justiça

Ceci Cunha Queremos Justiça

Movimento Giorgio Renan

Movimento Giorgio Renan

Faço Parte

Blog no Comunique-se: Reticências

Site do Comunique-se

Site da Fenaj

Recomendados

Site UNESCO

Sindasp

CEN Carlos Leite Ribeiro

Facebook Elizabeth Misciasci - Revista zaP!

antispam.br

7271778

13